Ir para conteúdo
Igreja de Nossa Senhora da Luz

Igreja de Nossa Senhora da Luz

A Igreja de Nossa Senhora da Luz, situada na Castanheira, na União das Freguesias de Coz, Montes e Alpedriz, tem a sua origem ligada à lenda da Fonte Santa. A fonte foi assim designada devido às propriedades milagrosas atribuídas às suas águas e, segundo a lenda, foi aí que apareceu Nossa Senhora da Luz, pela primeira vez, a uma velhinha de nome Catarina Annes, no ano de 1601.

A fonte, localizada no sítio chamado de Vale de Deus, foi erguida depois de Catarina ter atendido o pedido de Nossa Senhora e aberto um fosso, onde começou a jorrar água cristalina. A água começou a ser conhecida, por curar enfermidades, tendo sido ali construída uma fonte em mármore, conhecida por Fonte Santa. Mais tarde, um fidalgo ilustre do conselho d’El Rei e credor de sua fazenda, chamado Damião Borges, como homenagem pelos benefícios recebidos, mandou edificar um santuário a dois quilómetros dali.

O templo foi construído com arcadas em volta, para os romeiros, e foi consagrado a Nossa Senhora da Luz.

Na capela-mor encontram-se as sepulturas de Catarina Annes, que residiu nesse templo nos últimos dois anos de vida, e de Damião Borges, que faleceu em 1617 e que ali também foi sepultado, a seu pedido.